Investimento estrangeiro: empresas devem entregar a DEF trimestral até 30/06

Empresas receptoras de investimento estrangeiro direto igual ou superior a R$ 250 milhões têm entre suas obrigações o envio trimestral da DEF ao Bacen.

DESTAQUE

Investimento estrangeiro: empresas devem entregar a DEF trimestral até 30/06


As empresas receptoras de investimento estrangeiro direto com ativos ou patrimônio líquido igual ou superior a R$ 250 milhões têm entre suas obrigações o envio trimestral da Declaração Econômico-Financeira (DEF) ao Banco Central. A próxima entrega, referente à data-base 31 de março, deve ser feita até o dia 30 de junho.



A declaração é feita por meio do sistema RDE-IED (Registro Declaratório Eletrônico - Investimento Estrangeiro Direto) do Bacen. Os dados informados devem contemplar apenas a empresa receptora e não o consolidado do grupo econômico.


Penalidades


A ausência da prestação da DEF, a apresentação de informações falsas, incompletas, incorretas ou fora do prazo sujeita a pessoa jurídica à multa, que pode chegar a R$ 250 mil.


  • Veja outras obrigações e prazos de entrega ao Bacen em 2022 aqui.

  • Suporte especializado


    A Domingues e Pinho Contadores orienta empresas enquadradas nessa obrigatoriedade quanto à correta prestação de informações relacionadas ao fluxo de capital, assegurando a conformidade perante ao Bacen. Conte com esse apoio: dpc@dpc.com.br.

    Como a DPC pode lhe ajudar?

    A Domingues e Pinho Contadores possui equipe especializada pronta para lhe assessorar.
    Entre em contato através do e-mail dpc@dpc.com.br.

    Assine nossa newsletter:

    Se interessou?

    Entre em contato conosco para que possamos entender seu caso e oferecer a melhor solução para você e sua empresa.

    Fale com um especialista